15 setembro 2016

Resenha #06: Desculpa se te chamo de amor - Federico Moccia

Desculpa Se Te Chamo De Amor Título: Desculpa se te chamo de amor
Autor (a): Federico Moccia
Editora: Planeta

Avaliação: ♥♥♥♥
Onde comprar: Estante Virtual

Sinopse: Niki é uma bela garota, é divertida, é inteligente. Tem 17 anos. Alex é um 'garoto' de quase 37. Separou-se há pouco, e sem uma razão clara, de sua noiva. Publicitário com grandes responsabilidades vê-se em crise no trabalho. Os dois se cruzam casualmente num pequeno acidente de trânsito. Niki gosta de Alex, Alex acha Niki divertida. A relação fica cada vez mais intensa. Não querem deixar a diferença de idade atrapalhar. O mundo dos adolescentes se choca com o dos adultos. Mas a vida dos dois nunca mais será a mesma. Este romance é a vontade de reencontrar a própria liberdade, a vontade de ter sentimentos verdadeiros, de amar sem convenções e sem muitos porquês. É o cotidiano, mas também o sonho.



Resenha crítica: 

Primeiramente, esse foi um dos livros que torci pra não chegar ao final, pois a leitura dele é bem envolvente, sabe aquele livro que você deseja entrar nele e interferir? Pois bem, esse livro me ganhou pela capa, é um livro antigo claro, mas toda leitura é válida seja qual for a sua publicação. Somos apresentados a Alessandro Belli ou simplesmente Alex, que está prestes a completar 37 anos, ele é diretor de criação de uma agência de publicidade, Alex é o cara sério e bem sucedido, que esta tentando superar o abandono sem motivo de sua noiva, Elena.

Niki é uma adolescente de 17 anos que está terminando o ensino médio ela é a melhor amiga da Olly, Diletta e Erica juntas formam as ONDAS, Niki é a garota brincalhona, espivitada e rebelde, a trama gira em torno do amor construído entre Niki e Alessandro, porém o grande detalhe e obstaculo é terem 20 anos de diferença de idade.

O livro inicia com a vida particular de cada personagem, narrado pelos dois personagens em intervalos de capítulos até o grande momento: o dia em que Alex atropela Niki pela manhã, Acreditem levou mil capítulos para chegar a esse momento. Posso dizer que a história em si é bem detalhada, chega ate ser cansativo. 


Uma peculiaridade do autor que pode desagradar ou agradar muitos é o excesso de detalhes, cenas que poderia ter sido enxugadas e dado ênfase em outras coisas, além de Alex temos os seus amigos e as amigas de Niki. Mas além disso temos alguns eixos da história que não se conecta de forma alguma com o centro do livro. Por exemplo a relação da Mauro e Paola foram capítulos desnecessários, sem coerência e sentido algum.

Alex e Niki tentam se encaixar na história de outro, tentando fazer com que dê certo essa química que rola, Alex em todo momento se apega a Niki na tentativa de curar que Elena deixou e Niki busca transformar e ser a inspiração de Alex, além do amor que um sente pelo o outro, somos apresentados aos problemas, Alex está num bloqueio criativo correndo o risco de ser transferido caso não tenha uma ideia brilhante para uma campanha publicitária japonesa: La Luna. Do outro lado temos Niki e seus problemas com a mãe  e o desenrolar de sua amizade com as ONDAS.

É o clichê que podemos prever o final, é divertido, e engraçado, é unico mas como eu sempre digo não existe um livro perfeito, a história começa a ficar interessante do meio em diante, é um livro extenso porém o melhor momento é o final, foi quando eu achei na minha opinião que teve uma mudança radical e até essencial.

Personagens secundários: Além de Niki e Alex, temos uma listinha de personagens eu escolhi alguns, os que são mais citados na história e ate narrado por eles. Olly é a mais espivitada do grupo das ONDAS, ela não consegue enxergar o amor, ela pensa em sexo e nos proveitos que pode tirar de uma situação, é uma personagem um pouco chata mas me surpreendi o quanto ela pode ser amiga nos momentos ruins. Diletta é a mais inocente do grupo, só tem um problema com ela que as amigas a fazem se lembrar todos os dias, mas isso você vai ter que ler pra descubrir.  Erica é a única do grupo que namora sério, apesar de estar insatisfeita, é descontrolada e espivitada como Olly. Pietro é um dos melhores amigos de Alex e o mais mulherengo de todos. Enrico o outro amigo de Alex que é ciumento e desconfiado de sua esposa. Por fim Mauro e Paola que é um eixo desnecessário que poderia ter sido cortado que não faria e não fez falta alguma.


Considerações finais: Apesar de ser um livro extenso, com certos capítulos e poemas desnecessários é uma boa narrativa, o autor teve o cuidado de construir pouco a pouco esse casal, porém entre os dois eu fico com Alex, ele é o mais centrado e pé no chão, perfil ideal para um homem de quase 37 anos e foi interessante o autor ter dado um eixo ao grande dilema dele. Recomendo bastante a leitura para quem não sabe o livro tem uma continuação que se chama: Desculpa quero me casar contigo. E não poderia faltar é claro, temos os dois filmes: Desuclpa se te chamo de amor e Desculpa quero me casar contigo! O primeiro filme é fiel ao livro e em breve trago a resenha dele. 



ME ACOMPANHE NAS REDES SOCIAIS:

19 comentários:

  1. Adoro romances! E os mais antigos são os melhores.
    Bjo!
    http://www.cristadelicada.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá, Thais.
    Eu tenho um livro desse autor aqui na minha estante tem muito tempo já. Mas a burra aqui comprou o segundo livro e como não tenho o primeiro, não pude ler ele ainda hehe. Me interessei por esse, apesar desse excesso de detalhes. Tem alguns livros que isso me incomoda, já tem outros que não. Um dia eu leio ele hehe.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  3. Oi, Thaís!
    Sempre quis ler algo do Moccia. Muitos falam que ele é prolixo mesmo; que ele gosta de se prolongar em momentos desnecessários. Eu não sei se isso me incomodaria. Depende muito de como o autor trabalha toda sua história.
    Quero muito ler os dois livros do casal e espero me apaixonar.
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oie Thaís =)

    Nunca li nada desse autor, mas só leio resenhas positivas dos livros dele. Parece que ele tem aquele tipo de narrativa que nos deixa com um sorriso bobo no rosto.

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  5. oi tudo bem?

    eu tenho um sério problema com livros detalhista sem necessidade. alguns livros precisa ser ou não. A leitura fica cansativa, e da um desanimo. Mas gostei da sua resenha, parece que vale a pena ler mesmo sendo detalhista. beijos vou anotar esse aqui.

    Taynara Mello | Indicar Livros
    www.indicarlivros.com

    ResponderExcluir
  6. Oie,
    adoro romances, mas muito detalhes na leitura me cansam do livro.
    Não sei se iria curtir, mas adorei a premissa.

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  7. Confesso que ainda nao conhecia o livro, mas já me interessei bastante.
    pois amo romances.
    beijos!
    www.garotadelicada.com.br

    ResponderExcluir
  8. Amei muito sua indicação, deve ser uma história e tanto! ❤

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  9. Amei a indicação, admito que não gosto de autores excessivos em detalhes.
    Mas quem sabe gosto do livro. Ótima resenha.


    bjs
    Blog La Rosa Blanca
    FanPage | Instagram

    ResponderExcluir
  10. Oi linda,
    Adorei a resenha já quero muito esse livro!
    Bjos!
    http://adolescentecharmosaoficial.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi linda,
    Adorei a resenha já quero muito esse livro!
    Bjos!
    http://adolescentecharmosaoficial.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Os melhores títulos de livros são os do Federico. Sempre quis muito ler os livros dele, mas ainda não pude fazer isso. Por enquanto estou apenas desejando.
    Beijos
    http://recolhendopalavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Nossa, eu já tinha visto esse nome em algum lugar, mas não tinha me dado conta de que era de um livro. Gosto muito desse título, mas por ora estou evitando livros clichês, tive experiências bem ruins hahaha.
    Gostei muito de saber dos pontos positivos e negativos do livro, sua resenha ficou ótima. Beijos!!

    ourbravenewblog.weebly.com

    ResponderExcluir
  14. Nossa! Eu vi o primeiro filme, se chama Lição de amor, é uma comédia romântica bem legal! Não sabia que tinha um livro, aliás, dois! Que bacana, agora quero ler! Adorei saber disso <3

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  15. É tão bom quando a gente lê esse tipo de história que nos envolve por inteiro né?! Mas com certeza quando acaba é triste. Tem o lado bom e ruim kkkk.
    Já tinha visto esse livro mas nunca li. A capa dele é linda mesmo, e adorei sua resenha :)

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  16. Infelizmente não me chamou a atenção, mas quem sabe eu não de uma chance quando uma oportunidade de le-lo surgir?
    www.donadegato.com

    ResponderExcluir
  17. Oi, Thais! Lembro que quando era mais nova via esse livro e morria de vontade de ler. Mas fui desanimando com algumas opiniões a respeito... Que bom que mesmo com alguns pontos que te desagradaram a leitura conseguiu te envolver. Eu nem sabia que os livros tinham virado filme, menina!

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
  18. Livros com muitos detalhes e partes não tão interessantes não me incomodam, isso se o enredo compensar, é claro. Como acredito que esse é o caso, daria uma chance.
    Ótima dica.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de setembro. Serão três vencedores, cada um ganhando dois livros.

    ResponderExcluir

© Caprichadissimas 2014 - 2016. Todos os direitos reservados | Tecnologia do blogger | Feito por: Thay Rodrigues ♥